As diferentes culturas musicais no Brasil

Festa_de_forró

O Brasil é país muito rico em ritmos e gêneros musicais que são reconhecidos internacionalmente. A verdade é que cada um destes gêneros está inserido numa cultura musical muito própria. Vamos agora explorar alguns dos principais:

Frevo

Segundo Câmara Cascudo, o frevo “trata-se de uma marcha de ritmo sincopado, obsedante, violento e frenético, que é a sua característica principal. E a multidão ondulando, nos meneios da dança, fica a ferver. E foi dessa ideia de fervura (o povo pronuncia ‘frevura’, ‘frever’, etc.) que se criou o nome de ‘frevo’.” Este género musical tem um espaço no carnaval pernambucano, estando inserido inserido na cultura dos trios elétricos.

Maracatu

Este gênero musical tem origem negra e religiosa. A tradição religiosa perdeu-se mas este género associou-se ao carnaval, conservando elementos próprios. O maracatu surgiu em Pernambuco mas também se encontra noutros estados do nordeste.

Forró

O forró tem na sua origem um baile animadFesta_de_forróo associado a outros gêneros como o baião, xote e o xaxato. É originário do sertão nordestino e os instrumentos utilizados são a sanfona, o triângulo e a zabumba.

Lundu e maxixe

O Lundu foi o primeiro género afro-brasileiro de canção popular; era uma dança sensual praticada por negros e mulatos em rodas de batuques. Este ritmo desapareceu no início do século XX, misturando-se com o tango e a polca e deu origem ao maxixe.

Choro

O choro surgiu no Rio de Janeiro; tornou-se popular por volta de 1870 e ainda hoje existem no Rio e em São Paulo casas noturnas especializadas em “chorinhos”.

Samba

É talvez a cultura musical mais forte no Brasil, devido à sua ligação ao carnaval. O samba deriva de diversos ritmos africanos e ao longo do século XX foi evoluindo e ganhando novas formas como o samba-canção, samba de breque, samba enredo e o pagode.